quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Uma história de amor

A história narra que, em 1840, o piedoso casal Constantino Xavier e Ana Rosa, encontrou, enquanto trabalhava na lavoura, um medalhão de barro de aproximadamente 8cm com a imagem, em alto relevo, da Santíssima Trindade coroando Nossa Senhora como Rainha do Céu e da Terra.

Beijaram o medalhão, levaram-no para casa e a notícia rapidamente foi se espalhando juntamente com a sucessão de milagres que foram acontecendo em torno da devoção à figura do Pai Eterno de modo particular. Começaram as romarias e também a comemoração festiva com a novena que culmina sempre no dia da Grande Festa, no primeiro domingo do mês de julho.

Hoje, graças aos meios de comunicação e ao trabalho dos evangelizadores o amor e a devoção ao Divino Pai Eterno tem crescido cada vez mais.
O Pai Eterno nos ama, nos cura, nos livra do mal e está sempre conosco quando O buscamos de coração sincero. Vamos sempre corresponder a este amor fazendo o bem a todos, louvando e bendizendo nosso querido Pai Eterno!
- Pe. Robson de Oliveira -

5 comentários:

Gracinda disse...

Muito obrigada por sua amável visita! Acabo de atualizar e estou te esperando! Bom final de semana! Paz, Luz e Harmonia!

Samantha: disse...

A Paz de Jesus e o Amor de Maria! Tudo bem? Espero em Deus que sim! Muito bom esse seu post! Obrigada por sua visita! Atualizei agorinha. Beijinhos e uma semana abençoada! Samantha

Nilza disse...

Oi querida: passando para agradecer a visita no De Tudo Um Pouco. Já o atualizei! Seu post está caprichado, heim! Paz, saúde e que Deus nos ajude! Bjs Nilza

Zéza disse...

Oi querida! Vim agradecer a sua visita e avisar que já atualizei! Estou esperando sua visita!! Beijos azuis!

... Morgana disse...

Olá dinda! Pensei que tinha perdido o meu blog... graças a Deus, recuperei! Esse seu cantinho continua muito bom! Beijos cintilantes. Morgana